Além do nosso blog, você poderá encontrar o Sonora Aurora no grupo do LastFM, na comunidade do Orkut e poderá adicionar no seu MSN Messenger o nosso chat, basta adicionar como amigo o endereço: mgroup29650@hotmail.com .


Drunken Forest - EP (Biaggio Vessio) - WAV e mp3
Postado por Thiago Miotto em quarta-feira, 10 de setembro de 2014.


Drunken Forest é um desafiador projeto de Biaggio Vessio, guitarrista, compositor e improvisador paulistano. Muitas críticas estão classificando o álbum e projeto como Math Rock, mas, ao invés de reduzi-lo ao que comumente é conhecido pelo estilo, estou mais propenso a enxergá-lo como um trabalho que segue na direção do “poliestilismo radical”, que podemos conferir em diferentes abordagens nas obras de Alfred Schnittke, Ennio Morricone, Fantômas, Frank Zappa, John Zorn, Luciano Berio, Mr. Bungle, entre outros.

Conheço pessoalmente o Biaggio há anos e acredito que posso afirmar sem receio que, apesar do pouco conhecimento do público (muito por conta de ter nascido e morar no Brasil, país que oferece pouco espaço para este tipo de música), ele é um dos maiores responsáveis na atualidade por novas abordagens na maneira de tocar guitarra e compor a partir do instrumento. O EP que segue é uma prova viva do que falo. Nas entrelinhas das passagens, sem o apelo visual, fica difícil distinguir quanto domínio e técnicas inusitadas o trabalho pede. De qualquer maneira, a trama sonora não perde em nada para o espanto que é assistir o Biaggio tocando suas músicas.

À parte o trabalho com as composições, o guitarrista também se aventura no crescente cenário paulistano da improvisação livre, tendo sido integrante do extinto quinteto Mnemosine 5, que vocês podem conferir em vídeo clicando aqui, e participando esporadicamente do Circuito de Improvisação Livre. 

Por fim, há um fato que chama muita atenção neste EP: com exceção do saxofone, todos os outros instrumentos - guitarra, baixo, teclados, bateria e percussões - foram escritas e ou executadas pelo próprio Biaggio Vessio.

Resumidamente: aos ouvidos sem barreiras, fica a dica de um ótimo trabalho a ser conferido.


download:

WAV - 78 MB

mp3 - 15 MB

Marcadores: ,

 





Eli-Eri Moura - Requiem Contestado (1995)
Postado por Andre Carvalho em domingo, 31 de agosto de 2014.




Como o próprio nome sugere, este não é um requiem comum (nem um pouco aliás).


O PQP Bach fez uma resenha linda (e obrigatória) sobre esta obra (click aqui), detalhadamente dissertando sobre todos os seus aspectos criativos, por isso não me sinto nem um pouco confortável em dissertar muito. Só o que posso dizer é que fiquei maravilhado e impressionado, primeiro pela beleza e desafio do Requiem, e segundo por saber que música de tamanha qualidade e engenhosidade é feita no Brasil (o que é uma besteira se impressionar com isso, mas infelizmente ainda se tem alguns vícios que não são deixados de lado facilmente).


Se eu fosse paraibano iria agora mesmo no Departamento de Música da Universidade Federal da Paraíba dar um abraço nesse senhor, o se ia!


























Vianey Santos, tenor
Wanini Emery, soprano
Tião Braga, recitante
Coral Universitário da Paraíba Gazzi de Sá
Orquestra de câmara formada por integrantes do Quinteto da Paraíba, do Quinteto de Sopros Latino-Americano e convidados.
Regência e composição: Eli-Eri Moura


Introitus
Kyrie
Non credo
Confiteor
Gloria
Dies irae
Rex tremendae
Confutatis
Communio
Sanctus


192 kbps | 54 MB


Marcadores:

 





John Zorn - On Leave Of Grass (2014)
Postado por Andre Carvalho em terça-feira, 26 de agosto de 2014.








 

 Composto em homenagem ao grande poeta e gênio americano, pai do livre verso, Walt Whitman, On Leave Of Grass é o terceiro álbum da formação Nova Express, composto por John Medeski, Trevor Dunn, Kenny Wollesen e Joey Baron.

Possui a mesma linha de lirismo de alguns dos últimos trabalhos do Zorn, como o The Mysteries


Mais um baita álbum do Zorn, pra variar.













Personnel:
Trevor Dunn - Bass
Kenny Wollesen - vibes
Joey Baron - drums
John Medeski - piano
Ikue Mori - eltronics in Mystic Cyphers


Whispers of Heavenly Death
Song at Sunset
Halcyon Days
Portals
Sea Drift
Song of the Open Road
The Body Electric
Mystic Cyphers
America

112 MB | 320 kbps
Download




Marcadores: , , , ,

 





Charles Lloyd & Maria Farantouri - Athens Concert (2011)
Postado por Andre Carvalho em quarta-feira, 20 de agosto de 2014.




Fantástico ábum, a primeira colaboração (apesar do longo tempo de amizade) de Charles Lloyd e Maria Farantouri. 

Maria Farantouri é uma musicista de renome mundial, ativista política e cultural.Trabalhou exilada durante os vários anos da ditadura militar grega, entre os anos de 1967 e 1974, participando de vários trabalhos onde empresta sua voz para obras musicadas de poetas como Pablo Neruda e Frederico García Llorca, e até canções célebres como "Hasta Siempre Comandante Che Guevara". Mais a frente postarei o álbum onde ela é voz principal no trabalho de orquestração de 7 poemas do Neruda, chamado "Canto General", do grego Mikis Theodorakis.

Em suma, um álbum incrível.












 Recorded live June 2010

Personnel:
Charles Lloyd tenor saxophone, flute, tarogato
Maria Farantouri voice
Jason Moran piano
Reuben Rogers double-bass
Eric Harland drums
Socratis Sinopoulos lyra
Takis Farazis piano


CD 1
Kratissa ti zoi mou
Dream Weaver
Blow Wind
Requiem

Greek Suite, Part I
Hymnos stin Ayia Triada
Epano sto xero homa
Messa Stous paradissious kipous
Taxidi sta Kythera

CD 2
Prayer

Greek Suite, Part II
Vlefaro mou

Margaritarenia
Thalassaki Mou

Greek Suite, Part III
Epirotiko Meroloi
Kaegomae kae Sigoliono
Mori kontoula lemonia
Alismono kae haeromae
Tou hel’ to kastron
Yanni Mou


219 MB | 320 kbps
Download


Marcadores: ,

 





BadBadNotGood - III (2014)
Postado por Andre Carvalho em quinta-feira, 24 de julho de 2014.


Viciante.









Personnel:
  • Matthew Tavares - Composer, Guitar (Electric), Keyboards, Main Personnel, Piano, Piano (Electric), Producer, Synthesizer
  • Chester Hansen - Bass (Upright), Composer, Guitar (Bass), Guitar (Electric), Keyboards, Main Personnel, Producer, Sampling, Synthesizer
  • Alexander Sowinski - Composer, Drums, Main Personnel, Percussion, Photography, Producer, Sampling, Synthesizer, Wood Block
  • Joao Carvahlo - Mastering
  • Leland Whitty - Saxophone, Violin, Viola, Featured Artist
  • Tommy Paxton-Beesley - Cello, Violin, Guitar (Electric)

Triangle
Can't Leave The Night
Confessions (feat. Leland Whitty)
Kaleidoscope
Eyes Closed
Hedron
Diferently, Still
Since You Asked Kindly
CS60

107 MB | mp3 320
Download




Marcadores:

 





Animal Collective - Danse Manatee (2001)
Postado por J.V. em quinta-feira, 26 de junho de 2014.
Pretendo postar a discografia da banda aqui um dia; enquanto não alcanço a organização necessária, segue uma postagem pra esse que é o segundo e, talvez, mais experimental álbum que eles fizeram em sua, antes de gloriosa, contidamente barulhenta origem; certamente um dos discos mais originais que tive a oportunidade de parar para ouvir nesse começo de milênio...

 
 
 
 
'Danse Manatee is the second album by Baltimore based band Animal Collective, released in July 2001 on Catsup Plate under the name Avey Tare, Panda Bear and Geologist. Only 1000 copies were made for the Catsup Plate release, but it has since been re-released as a double CD along with Spirit They're Gone, Spirit They've Vanished in 2003 on Fat Cat Records. Band member Geologist, who joined Avey Tare and Panda Bear for the first time on this release, has said that this is perhaps his favorite Animal Collective album, despite its general lack of popularity among fans and critics.
 
'The album was recorded in many different locations, including Avey's parents house, the house the band shared in Brooklyn Heights, and Geologist's college dorm room and radio station. To create the sounds the group made use of guitar, synths, samples, and did percussion with whatever was lying around.
 
'At the time of recording, the band was into extreme frequencies. Their goal was to experiment with intense high and low sounds and how they occupied space in the room and moved around in the listener's head. This created a challenge during the mastering process, as they could not raise the volume of the whole mix without causing the sounds to digitally distort. Geologist had this to say about the recording of the album on the Collected Animals forum:
 
'"We used guitars drums synths and made a bunch of sounds on minidiscs and did percussion stuff on whatever was lying around. We recorded part of it at Dave's parents house, some at the old AC house in Brooklyn Heights, some in my college dorm room and some at my college radio station. Basically wherever we could find a quiet spot. We just wanted to explore a new style of playing on record. This was after the three of us had spent most of the summer improvising and playing around with fusing song structure and noise and looking for ways to do it with fluidity. We were also interested in extreme frequencies, both low and high, and how they occupied space in the room and moved around in your heads. That record upset a lot of people, especially the people that really loved Spirit. Most people still dislike it as we saw when Fat Cat released the two of them together. But we're pretty proud of it."
 
'For the Spirit/Danse reissue on FatCat Records, Danse Manatee was remastered by Sung Tongs producer Rusty Santos.'
 
Fonte: Wikipédia.
 

Track listing

  1. "A Manatee Dance" – 1:02
  2. "Penguin Penguin" – 2:15
  3. "Another White Singer (Little White Glove)" – 1:58
  4. "Essplode" – 3:23
  5. "Meet the Light Child" – 8:44
  6. "Runnin' the Round Ball" – 2:07
  7. "Bad Crumbs" – 1:43
  8. "The Living Toys" – 7:48
  9. "Throwin' the Round Ball" – 1:35
  10. "Ahhh Good Country" – 8:18
  11. "Lablakely Dress" – 2:38
  12. "In the Singing Box" – 5:36

Personnel

Download.

Marcadores:

 





Arthur Russell - Another Thought (1994)
Postado por Andre Carvalho em segunda-feira, 16 de junho de 2014.






Este post já deveria ter sido feito há muito tempo, muito mesmo, há mais ou menos uns 3 anos atrás. A mania de ir prorrogando algumas coisas esperando o momento certo e mais adequado para que o melhor proveito do momento seja tirado, fez com que ocorresse este atraso praticamente imperdoável.

Conheci o Russell em uma madrugada na qual não queria dormir, tentava aproveitar bastante os momentos sozinhos; prorroguei o sono assistindo programas da tv aberta nem um pouco atrativos, até começar um extinto programa na MTV chamado Medula, aqueles programas de temporada que dificilmente duram mais que 1 ano. O programa era até interessante, só imagens, alguns vídeos e a música do artista tocando ao fundo com informações sobre o mesmo. O artista da vez no programa era o Russell. Não lembro qual música tocou, não lembro de nenhuma informação adicional além do nome e dessa foto:



***


Não deveria lembrar dele, mas lembrava, e seguidamente. Isso durou uns dois anos até me dignar a ouvir. Comecei pelo Another Thought, fui ouvindo e apreciando cada vez mais e continuamente me aprofundando na história e discografia dele. Depois disso compartilhei da admiração pela sua obra com alguns amigos numa comunidade do Orkut, e o interessante disto é que quem o ouviu também desenvolveu o mesmo carinho e admiração; talvez isso se deva pelos desencontros da vida do Russell, tão e cada vez mais universais.

Post dedicado especialmente aos amigos da época, alguns pouquíssimos que ainda mantenho contato e outros dos quais infelizmente já não tenho mais notícias. 

J.V, Leonardo Caetano, Matheus Schwertner, Jean Arthur, Matthäus Souza, Lucas Ishikawa


ps: espero ter acertado o sobrenome do Ishkawa-khan








***

Aqui o texto que fiz na época em que postei o álbum pela primeira vez na comunidade, em 9 de dezembro de 2011:
 
"Pra mim o melhor álbum do Russell, talvez o mais sentimental também. Sendo quase que simplesmente ele, seu cello e algumas percussões e efeitos adicionados posteriormente em estúdio.

Comentei com o JV certa feita, que o Russell por ser minimalista agrada a qualquer um inicialmente, realmente é muito difícil não gostar, o problema e que talvez não se de toda a atenção que ele merece. A música do Russell é algo que realmente vai fundo na alma do cara, e em especial neste álbum fica demonstrado muito da personalidade controversa e sofrida dele; bom não devia se fácil ser homossexual naquela época.

Outra coisa que me chama muita atenção no Russell é mesmo ele demonstrando várias faces em seu trabalho (alegres, tristes, depressivas, dançantes, bem humoradas), todas quase sem excessão carregam aquela típica melancolia de quem tenta, mas não se encontra no mundo, e acaba tendo por saída exprimir isso somente através da arte. Deve ser por isso que ele andou por tantos caminhos dentro da música."



Creio que dê para se dizer por fim que o Russell é uma trilha sonora para a vida.





1. Another Thought   
2. A Little Lost   
3. Home Away from Home   
4. Lucky Cloud   
5. This Is How We Walk on the Moon   
6. Hollow Tree   
7. See Through Love   
8. Keeping Up   
9. In the Light of the Miracle   
10. Lucky Cloud (Return)   
11. Just a Blip   
12. Me for Real   
13. Losing My Taste for the Night Life   
14. My Tiger, My Timing   
15. A Sudden Chill 

320 kbps | 135 MB
Download





Marcadores:

 





This Heat - Deceit (1981)
Postado por Henrique Tonin em sábado, 17 de maio de 2014.
This Heat é uma banda em que a trajetória do blog sempre me faz pensar. Muito do que já foi postado aqui deve algo a esse trio, que eu tenho a impressão de se tratar de uma das bandas preferidas de músicos e apreciadores das tendências mais diversas da música experimental, desde o avant-prog ao noise, sendo ao mesmo tempo um clássico da era post-punk.


O This Heat foi fundado na Inglaterra, num período em que os cenários antagônicos de rock progressivo e punk rock começavam a atrair em igual medida músicos mais jovens, que - fundindo as lições de simplicidade do punk com influências do krautrock e as apropriações sarcásticas da música pop praticadas pelo New Wave - criaram um viés mais tortuoso e experimental do post-punk.

Foi a época em que Mark E. Smith fundou o The Fall, em que o 23 Skidoo explorou repetições hipnóticas e percussões africanas e asiáticas, e o Throbbing Gristle - entre outros -  criou a música industrial.

O This Heat tem um pouco de tudo isso, mas seu som é bastante característico (é riquíssimo e surpreendentemente austero) e deve marcar quem quer que o ouça com atenção.

O álbum Deceit refletia a preocupação dos membros com a ameaça de uma guerra nuclear, foi mixado pelo produtor de reggae Martin Frederic, e é considerado um dos álbuns mais imaginativos e brilhantes não só de sua época, mas de várias décadas.

Download


line up / musicians

- Charles Bullen / guitar, clarinet, viola, vocals, tapes
- Charles Hayward / drums, keyboards, vocals, tapes
- Gareth Williams / keyboard, guitar, bass, vocals, tapes

Songs / Tracks Listing
 
1. Sleep (2:15)
2. Paper Hats (6:03)
3. Triumph (2:56)
4. SPQR (3:29)
5. Cenotaph (4:40)
6. Shrink Wrap (1:41)
7. Radio Prague (2:22)
8. Makeshift Swahili (4:05)
9. Independence (3:43)
10. A New Kind Of Water (4:58)
11. Hi Baku Shyo (Suffer Bomb Disease) (4:04)

Total Time: 40:16

Marcadores: ,

 





Fred Frith - The Happy End Problem (2006)
Postado por Andre Carvalho em sábado, 10 de maio de 2014.

Álbum fantástico do Frith que apresenta a 5ª série de músicas para dança compostas por ele para a The Pretty Ugly Dance Company, entre os anos de 2003 e 2004. 

A primeira suíte Imitation é a música japonesa tocada e percebida a partir da percepção do ocidente. 

A segunda suíte é baseada na música do Stravinsky, sobretudo em o Pássaro de Fogo.







Ouçam Kira.











Fred Frith – guitar, bass guitar, laptop instruments
Kikutsubo Day – shakuhachi
Carla Kihlstedt – violin
William Winant – percussion
Theresa Wong– cello
Patrice Scanlon – electronics, clarinet
Sheela Bringi – flute
Heather Vorwerck – cello
Wu Fei – gu zheng

Imitation
Ukon
Kira
Kio
Tan
Shio--o
Beni
Kasumi
Sumi
Hanabira

The Happy End Problem



261 MB | FLAC
Download



Marcadores:

 





Fred Frith, Stevie Wishart & Carla Kihlstedt - the compass, log and lead (2004)
Postado por Andre Carvalho em quarta-feira, 7 de maio de 2014.



Pensa em algo bonito pacas. Agora pensa em algo abstrato pacas. Taí o que é essa improvisação: beleza e intimismo numa junção perfeita que faz a música pairar no ar.


A segunda faixa "A Beautiful Thing To Forget/ Far Ej Tackas", é belíssima, podia ser tranquilamente escutada enquanto se joga Braid.





the Compass, log and led




Improvisação realizada em outubro de 2003 na cidade de Oakland, CA.
Masterizado e editado em maio de 2004, Oakland, CA.
Lançado pela INTAKT Records, 2006, Zurich, Suíça

Fred Frith - acoustic guitar, lowry organ, violin
Stevie Wishart - hurdy-gurdy, electronics, violin
Carla Kihlstedt - violin, nyckelharpa, cover art

1. Time comes presto (03.14)
2. A beautiful thing to forget (04.50)
3. Look at sky go (03.39)
4. Dog-eared (02.04)
5. I am Buffalo Bill today (04.12)
6. Initially this (02.38)
7. Postcard from the back (03.55)
8. I am map (03.31)
9. Abstract expressionism (05.16)
10. Dream as a means (03.15)
11. Aller retour (04.13)
12. Time goes largo (02.45)



192 kbps | 52 MB

Download



Marcadores: , ,

 





Matthew Shipp - The GoodandEvil Sessions (2003)
Postado por Andre Carvalho em segunda-feira, 5 de maio de 2014.





Em qualquer nota ou crítica feita por Ivo Perelman ao seu companheiro musical de já muito tempo, sempre aparecem adjetivos como "o mais criativo pianista de jazz da atualidade", ou "o mais original". Não por menos. Mathew Shipp é extremamente original no seu trabalho quando pensamos na união de estilos ao jazz, como o hip-hop e o soul. No álbum em questão, The GoodandEvil Sessions, existe uma riqueza de detalhes e sons extremamente interessante, ainda mais quando pensamos em outros trabalhos dele, os quais possuem uma abstração muito grande. Álbum realmente incrível. Matthew Shipp com certeza será um artista a partir de agora recorrente nos postas aqui do Sonora. 














Roy Campbell - trumpet
Alex Lodico - trombone
William Parker - bass
Josh Roseman - trumpet
Matthew Shipp - Korg Synthesizer
GoodandEvil- Chris Kelly & Danny Blume
Miso - electronics and other sound production

Thirsty Ear Recordings (The Blue Series)
2003 GoodandEvil, Brooklyn (New York)


Brainwash
Then Again
The Stakeout
Close Call
The Hideout
On The Run
Roll It Back
Change of Plans
Sweetbitter

247 MB | FLAC




Marcadores: ,